quarta-feira, janeiro 10, 2007

Aborto

Numa altura em que falta um mês para o referendo sobre a legalização do aborto, decidi exprimir a minha opinião sobre assunto, até para que todos possamos debater e ter mais noção do que realmente vai acontecer.
Legalizar ou não essa é a questão... Eu sou a favor da legalização apesar de que um aborto me faz muita confusão. Não deixa de ser a morte de alguém que ja vive. Mas legalizado ou não, os abortos vão sempre existir e é sempre preferível que seja bem feito do que correr muitos riscos e fazer clandestinamente.
No sitio onde trabalho assisto muitas vezes a miúdas que são abrigadas a abortar por terem 13 anos e por não terem condições. A verdade é que muitas delas que já o fizeram hoje em dia estudam, estão a tirar um curso e a batalhar por ser um futuro melhor. Se não tivessem feito o aborto o que seria delas hoje em dia? em casa a cuidar do filho, sem uma perspectiva de futuro e o próprio bebe viveria em condições miseráveis.
Não podemos nunca pensar que o aborto é um contraceptivo, até porque quem faz um, tem que ter a consciência que isso trás consequências, que está a fazer uma operação cirúrgica que de certa maneira também pode dar para o torto.
Concordo com a legalização desde que seja sempre acompanhado por psicólogos que podem analisar, aconselhar a pessoa que o quer fazer, sempre com a tentativa de que essa seja a última opção (salvo algumas excepções).
Aconselho a votarem SIM, até porque se o não ganhar, daqui a 8 anos teremos mais um referendo, e continuaremos a ter até ser legalizado. E andamos nisto anos e anos. Se bem que acho que tendo nós um governo de maioria, eles bem que não precisavam de um referendo, mas uma vez que já se fez um na altura do Guterres (ultra católico), não ficava bem não fazer agora.

E tu, vais votar em que?

6 comentários:

Michael disse...

Kill the criancinhas! lol o assunto é muito delicado mas tendo em conta a realidade actual votaria a favor do aborto embora a minha opinião seja muito selectiva face a este tipo de situação. Qualquer dia banaliza-se o aborto ao ponto de torná-lo um método contraceptivo

ZEP disse...

michael: imagino que mulher alguma que tenha de fazer um aborto o faça levianamente. Vou votar sim pelas razões que o Vinagre disse, vai sempre continuar a haver a práctica do aborto, o melhor mesmo é que seja feito de forma higiénica e controlada.

No entanto acho que é assunto que não devia ser sujeito a referendo sequer. Este e a proibição de fumar dentro de recintos fechados. É pôr em práctica e já está! :p

jano disse...

Sou a favor da despenalização do aborto...contudo mesmo que o sim ganhe não acredito que o assunto morra ai...todos sabesmo que a sociedade portuguesa e muio retrogada, muito fechada, e assuntos destes ainda sao assuntos tabus(que vergonha...mas e bom k o sim ganhe para abanar esta sociedade e para poder abrir um pouco as mentes de caminho para o futuro e para novos assuntos que hoje em dia nem se falam.....

Anónimo disse...

Eu digo SIM a interrupção voluntária da gravidez! Apesar de ser uma questão particular, delicada, controversa. Acho preferivel o aborto ao sofrimento causado a uma criança que vem ao mundo sem ter as mínimas condições de vida. Mas acho importante impor limites, o aborto não pode substituir a pílula ou o preservativo. Se eu podesse decidir ao terceiro aborto a mulher sofria uma laqueação de trompas. Sei que isto levanta questões éticas, e é impossivel, mas digo isto porque sei de pessoas que nos anos 60 e 70 fizeram muitos abortos como desculpa diziam que não tinham dinheiro para comprar a pílula, mas quando engravidavam, rapidamente arranjavam dinheiro para fazer o aborto. Enfim...

carlopod disse...

eu não só vou votar sim como vou fazer toda a campanha que puder.

Michael disse...

Zep, como disse o assunto é muito delicado e se todos estivéssemos de acordo não estaria a referendo nem teria causado tanta polémica. Daí a diversidade de opiniões independentemente de todos sermos todos a favor